segunda-feira, julho 05, 2010


Andando pelo museu de minha vida pude observar com mais calma, mais atenção cada momento que eu passei. Os tristes, os alegres, os de conquistas, os de derrotas, os momentos que houve aquelas trocas de olhares, as trocas de sorrisos, os momentos de choros ... Enfim são tantos, que de alguns em minha memoria não está mais presente. O motivo? Não sei. Talvez seja porque dele eu não vou precisar, talvez seja porque este não me trouxe boas coisas. AH! Com esse tempinho eu pude observar o quão boa minha vida é! E que não há motivos para mim viver num canto chorando, triste, com medo da derrota, com medo de ser ignorada e de ser chamada de boba. Sem essa de medo! Se eu ser derrotada da próxima vez minha conquista será maior ainda, e certeza que com essa derrota, assim como as outras, eu vou aprender algo que levarei para vida toda. Se vou ser ignorada? Certeza, mais não posso deixar que eu mesma perca algo com isso, se fui ignorada por certa pessoa é porque ela não merece que eu esteja do lado dela, de uma vez por todas ela também irá passar por isso. Quantos momentos de choros, mais logo depois muitos de alegria. Meu medo de amar? Descobri que é bobagem minha. Não preciso ter medo disso, é só amar verdadeiramente, demonstrar e boa sorte, seja o que Deus e a vida quiser. As trocas de olhares e sorrisos, não sei ainda se aprendi algo com isso. Meu museu não vai ser fechado tão já, ainda tem muitos quadros, muitas esculturas pra serem expostos e guardados. Não sei até onde vai isso, mas vou seguindo, vou andando de cabeça erguida esperando sempre o melhor da vida, de mim! E você, tem visitado o seu museu?

You Might Also Like

0 comentários

Google+ Followers