Bad Day

quinta-feira, fevereiro 10, 2011


No recreio da escola percebo uma movimentação no grupinho o qual e minha best não nós damos muito bem. “Infantil demais para essa idade que elas tem”. Era assim que a gente pensava. De repente percebo que umas das garotas do grupinho vai falar com a amiga do garoto que ainda está dentro de mim, “Ai tem coisa”, eu penso com medo e imaginando o que poderia ser. A amiga do garoto vai em direção a ele e aponta a menina que com vergonha sai correndo com a amiga. “Pronto, era tudo o que eu precisava pra este ano”. Penso sentindo um nó na garganta e meu coração por dentro sangrar, segurei minhas lágrimas, não podia dar este gostinho as meninas. Abracei minha best contei a ela o que vi, e ela como sempre faz pra me ver bem diz que ele não teria coragem, e se tivesse ela o mataria. Disse para me consolar que há coisa melhor pra mim Olho para ele que está com um ar de deboche e com um bilhete na mão mostrando para os amigos, só podia ser dela. “Mas o meu presente simbólico que dei pra ele vale mais.” Pensei. O sinal do intervalo toca e eu passo o resto do dia prensando e com a imagem em minha mente. Péssimo dia.

You Might Also Like

0 comentários

Google+ Followers