Morre Estilista Oscar de la Renta Aos 82 Anos

terça-feira, outubro 21, 2014

(fonte:ffw)

O estilista Oscar de la Renta morreu na noite de segunda-feira (20.10). Ele foi diagnosticado com câncer em 2006, mas em 2013 disse que estava totalmente curado. Ele inclusive cuidou da última coleção, de Verão 2015, mostrada em setembro, em Nova York, e apareceu aparentemente disposto na passarela ao final da apresentação.
Oscar era um gentleman da moda, amante da mulher e da Alta-Costura e chamado de “o sultão do suave”. Ele vestiu todas as primeiras damas dos EUA e muitas celebridades, como Taylor Swift, Amy Adams, Emma Watson, Katy Perry.



Recentemente, ele assinou o vestido de noiva de Amal Alamuddin, que casou com George Clooney. “Sempre lembraremos dele como o homem que fez a mulher parecer e se sentir linda”, disse a ex-primeira dama Laura Bush.
De fato, ele sabia construir roupas de sonho, sem deixar de lado uma pegada contemporânea, mostrando que estava sempre buscando renovação. Sabia ser clássico e romântico, porém sempre atual. 
“Sempre senti que meu papel enquanto designer é fazer o melhor que posso para a mulher ficar o mais linda possível. Moda é somente moda quando as mulheres se vestem dela.”

 Oscar nasceu na República Dominicana em 1932. Mudou-se aos 18 anos para a Espanha, onde se envolveu com arte abstrata por um período, até descobrir sua verdadeira paixão e vocação: a moda. O empurrão inicial foi dado quando a mulher de um embaixador americano viu seus croquis e encomendou um vestido para sua filha, que apareceu na capa da revista “Life”. Uma temporada com Cristóbal Balenciaga veio a seguir, e foi onde de la Renta começou, digamos, bem do início. “Ficava pegando os alfinetes do chão”, lembrou certa vez.
O mestre passou ainda pela Lanvin e pela Elizabeth Arden, mas foi com sua própria marca que fez história e agora deixa um grande legado para a moda.
Oscar já estava preparando sua saída de cena. Em 2013 convidou John Galliano para ajuda-lo na criação da coleção de Inverno 2014. E há pouco tempo, confirmou o britânico Peter Copping para assumir a direção criativa de sua marca. “Tenho a certeza de que consigo encaixar-me no mundo dele e perpetuá-lo”, disse à Vogue americana na época de sua contratação.

You Might Also Like

2 comentários

Google+ Followers