Burberry anuncia mudanças em seu calendário de desfiles e outras mais

sábado, fevereiro 06, 2016


Na próxima temporada de prêt-à-porter, que começa em Nova York na próxima semana, Burberry deixará a apresentação de suas coleções seis meses antes de chegarem às lojas. Os desfiles continuarão acontecendo, porém as peças desfiladas já poderão ser compradas nos dias seguintes à apresentação, tanto nas lojas quanto online. 

A mudança é o reposicionamento do mercado da marca e da necessidade de respostas aos consumidores que não enxergam a espera pelos produtos como algo empolgante. “Você cria toda essa energia em torno do desfile, daí ele acaba e você diz: agora esqueça porque ele não estará nas lojas nos próximos seis meses”, disse Christopher Bailey, CEO e Diretor Criativo da Burberry.

“Será instantâneo. Nós nunca fizemos isso, mas o objetivo é que o desfile aconteça às duas da tarde numa terça-feira e ao fim da apresentação, nossas lojas já estarão com a coleção”. Disse Bailey ao BoF, que anunciou também que os desfiles deixarão de acontecer separadamente em semanas masculinas e femininas. Será somente uma coleção, que apresentará de forma conjunta duas vezes ao ano, nos meses de fevereiro e setembro. O primeiro desfile com essa união ocorrerá em setembro. Além disso, as coleções não mais representarão uma estação específica. Para o Diretor Criativo, o consumidor não necessariamente compra roupas de acordo com o clima e, principalmente, pode estar em qualquer lugar do mundo querendo as novidades da label.

Tom Ford revelou no mesmo dia que Burberry, que cancelou sua apresentação marcada para o próximo dia 18 a fim de organizar apenas um evento, programado para setembro, que reunirá suas linhas masculinas e femininas. O motivo é similar: um calendário dividido por temporadas e gêneros não faz mais sentido para o consumidor final. "Estamos vivendo em um sistema e calendário de moda que são de outra era. Hoje, nossos clientes querem coleções que estão disponíveis imediatamente".

Diane von Furstenberg também declarou sobre a relevância dos desfiles e da existência de temporadas baseadas em estações. “Nós temos estilistas, lojas e consumidores reclamando dos desfiles. As coisas não estão mais funcionando por causa das mídias sociais, as pessoas estão confusas. Temos algumas ideias e todo mundo parece concordar que os desfiles direcionados aos consumidores são uma boa ideia.”.

Tudo isso é uma discussão atual e a semana de Nova York já vem pensando em mudar o calendário, sendo apresentado o inverno no inverno e o verão no verão, afirmando que o sistema que funciona hoje está falido. 

Eu acho as mudanças realmente necessárias. E vocês?
Fontes: FFW e Elle.

You Might Also Like

0 comentários

Google+ Followers